29 de fev de 2012

[Cursos] Oficina Literatura Cotidiana – Iniciação a Técnica de Leitura e Criação de Poesia


A oficina tem como objetivo trabalhar a poesia com o público interessado, leigo ou não, através da leitura de poesias de Bogado Lins e de sua experiência na publicação de seu blog e livro, e outros autores já consagrados da literatura mundial. 
A partir da apreensão e desenvolvimento das técnicas utilizadas nos textos abordados, serão incentivados e apontados caminhos para o público realizar sua própria produção literária, sem esquecer a necessidade do “individual” no processo de criação literária. 
O próprio público da oficina será incentivado a trazer autores e textos de sua predileção. No final da oficina haverá a publicação dos textos no blog-site Literatura Cotidiana cujo endereço é www.literaturacotidiana.com.br o qual Marco Bogado edita junto a alguns colaboradores, além da realização de um sarau de leituras que será gravado e postado no youtube, com divulgação a partir do mailing do site e no próprio Literatura Cotidiana. 

Serviço
Dia(s) 07/03, 14/03, 21/03, 28/03
Quarta, às 19h.
Local:  Sesc Campinas - SP - Sala de Atividades 5 do Galpão Multiuso
(Rua Dom José I, 270/333 - Bairro Bonfim - Campinas - SP) 
Com Marco Bogado

---

Quem é Bogado Lins?

Marco Antônio Bogado da Silva Lins é formado em Ciências Sociais pela UERJ. Atualmente “está publicitário”, fazendo planejamento criativo na Mill Publicitá, mas já passou por diversas outras experiências profissionais que enriqueceram a sua vida. Uma delas, a de livreiro - na melhor acepção do termo -, como vendedor da Livraria Cultura, durante três anos, onde se aproximou ainda mais do fantástico mundo literário.
Filho de um renomado matemático, mãe boêmia e uma família cheia de história, além de uma mudança brusca de paisagem do Rio para São Paulo, onde constituiu família e casa, Bogado Lins se aproveita de suas vivências para realizar sua literatura. Sempre pincelando aspectos do seu cotidiano curiosos, como o dia em sua adolescência que o ladrão que ia roubá-lo, empresta o dinheiro para pegar o seu ônibus.   
Atualmente, sua maior felicidade é fazer do que mais gosta o seu meio de vida: escrever. No mais, o próprio livro é um convite para descobrir diversas facetas deste personagem, que escreve sobre suas próprias experiências, algumas surpreendentes, outras triviais.


Nenhum comentário :

Postar um comentário