25 de mai de 2012

[Eventos] V Festival da Mantiqueira - Diálogos com a Literatura

O V Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura acontece entre os dias 25 e 27 de maio em São Francisco Xavier (distrito de São José dos Campos, próximo à Capital). O Festival conta com nomes como Domingos Pellegrini, Ana Miranda, João Paulo Cuenca e Maitê Proença.
A programação, destinada a todas faixas etárias, é gratuita.




Às vésperas de lançamentos, Ana Miranda, José
Castello, Flávio Carneiro e outros se encontram
no V Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura

Realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, de 25 a 27 de maio, o Festival promove o encontro de nomes como Domingos Pellegrini, Carlos Eduardo Novaes, Marcos Augusto Gonçalves, João Paulo Cuenca e Maitê Proença, com leitores, estudantes e professores

O Festival da Mantiqueira, ponto de encontro dos amantes da literatura, chega à quinta edição entre os dias, 25 a 27 de maio (sexta a domingo), em São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos (138 km de São Paulo). Entre os destaques do evento, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, autores em processo de criação, e outros, com obras prontas para serem lançadas. A programação, gratuita, está disponível no site www.cultura.sp.gov.br.
 O Festival faz parte de uma série de eventos criados pela Secretaria da Cultura, com o
objetivo de divulgar autores e obras, formar público e estimular a criação literária.

O evento, que tem a curadoria de André Sturm, reúne, na programação, autores que apresentam novas obras nos próximos meses. João Paulo Cuenca lança, em maio, A última madrugada, coletânea de crônicas publicadas entre 2003 e 2010. Ana Miranda publica, no segundo semestre, biografia de Xica da Silva, que integra coleção coordenada pelo historiador Eduardo Bueno. Flávio Carneiro lança, em outubro, o infantil Devagar e Divagando, pela editora Rocco, com ilustrações de Roger Mello.
José Castello leva às prateleiras, até o fim de 2012, duas coletâneas: Sábados Inquietos, pela Leya, e As feridas de um leitor, pela Bertrand Brasil. O autor também trabalha em ensaio com o título provisório deAura. O livro, sobre o nascimento dos escritores, tem como base uma releitura de Robinson Crusoe, de Daniel Defoe, primeiro romance lido por Castello, aos nove anos de idade. Maitê Proença edita o livro colaborativo É duro ser cabra na Etiópia, com lançamento no final do ano, pela editora Nova Fronteira.
Outros escritores estão debruçados em novos livros. Paulo Scott se dedica a Ithaca Road, que integra o projeto Amores Expressos, da Cia. Das Letras. Flávio Carneiro trabalha em romance policial e conta as novas aventuras da dupla de detetives do livro Campeonato, de 2002. Marcelo Ferroni também escreve romance policial, com lançamento previsto para o final de 2013.
Entre os destaques ainda estão nomes como Domingos Pellegrini, Carlos Eduardo Novaes, Marcos Augusto Gonçalves, Rubens Figueiredo e Zeca Baleiro. Em meio à turnê brasileira do álbum O CD do ano,recém-lançado, Baleiro apresenta-se como cantor e escritor. Participa, no sábado (26.05), às 15h, da tenda dos escritores e às 22h, faz show no palco principal.
As atividades são concentradas no centro do distrito. A tenda principal, montada na Praça Cônego Antônio Manzi, recebe escritores e público para debates temáticos mediados por Cadão Volpato, enquanto a tenda dos estudantes possibilita o encontro de autores e alunos de escolas pré-agendadas. A programação ainda inclui atividades para as crianças, na Biblioteca Solidária; shows, no palco principal e no Photozofia Arte & Cozinha, e oficinas exclusivas para professores e estudantes maiores de 18 anos. As aulas são realizadas na EMEF Profª Mercedes Rachid Edwards. Pela manhã, ruas e praças da cidade recebem o projeto Poesia Viva na Mantiqueira, intervenção poética da Cia Nós Duas, do Vale do Paraíba.
Uma loja da Livraria Saraiva é montada na praça principal, onde ficam à venda títulos dos autores presentes no Festival. Após as atividades, o local recebe os escritores para sessões de autógrafo.

Tenda principal – O primeiro debate do Festival, no sábado (26.05), às 11h, coloca lado a lado Carlos Eduardo Novaes (Candido Urbano Urubu e Redemptoris: A Saga do Cristo Desaparecido) e Flávio Carneiro (A Distância das Coisas e A Ilha), em mesa que tem como tema Literatura & Entretenimento.

Às 15h, Zeca Baleiro, autor do livro de crônicas Bala na Agulha - reflexões de boteco, pastéis de memória e outras frituras, que também tem na bagagem o livro de canções Souvenir Made in Hong Kong, conversa com o público sobre o seu lado escritor.

A última mesa do dia, às 17h30, reúne José Castello (Vinicius de Moraes: O Poeta da Paixão e Ribamar) e os vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura, em 2011, Rubens Figueiredo (Passageiro do Fim do Dia) e Marcelo Ferroni (Método Prático da Guerrilha), para falar sobre ficção e realidade e responder à pergunta: Em que medida uma interfere na outra?

No domingo (27.05), às 11h, Maitê Proença (Entre Ossos e a Escrita Uma Vida Inventada) e Carola Saavedra (Paisagem com Dromedário e Flores azuis), conversam sobre A Mulher na Escrita ao Longo dos Tempos.

Maitê, que grava o remake Gabriela, da TV Globo, também está em fase de captação de recursos para encenar a peça Á beira do abismo me cresceram asas, de sua autoria.

Às 14h, a mesa tem como tema Os Novos Romancistas Brasileiros e a Reciclagem da História Política Contemporânea. Entre os escritores estão Paulo Scott, com Habitante Irreal, lançado no final de 2011 e Ronaldo Wrobel, autor de Traduzindo Hannah, finalista do Prêmio São Paulo de Literatura em 2010, além de Liniane Brum. A escritora acaba de publicar, pela Editora Arquipélago, seu título de estreia Antes do Passado – O silêncio que vem do Araguaia, e já pensa em um segundo livro, uma ficção inspirada em alguns dos personagens encontrados ao longo da pesquisa para a primeira obra.

A última mesa, às 16h, será com Marcos Augusto Gonçalves, que lançou, em fevereiro, 1922 – A Semana que Não Terminou e fala sobre os 90 anos da semana de 22.

Tenda dos Estudantes – No sábado, às 11h30, Domingos Pellegrini apresenta Saques e Toques – Poesia para Ver, Ouvir, Sentir e Pensar, uma exibição de poesias haicais. O escritor, que lançou no ano passado o romance Herança de Maria e o juvenil Estação Brasil, tem como próximo livro, o infantil Hospital de Brinquedos, da Geração Editorial.

Às 15h30, João Paulo Cuenca fala sobre A última madrugada e, às 18h, os estudantes conversam com Tatiana Salem Levy sobre Dois Rios, que também será publicado em Portugual e na Itália. Em agosto, a escritora publica infantil sobre o Curupira, pela editora Tinta da China.

No domingo, às 11h30, o bate-papo é com Vinícius Campos. O autor lança, durante o Festival, O Amor nos Tempos do Blog. Sucesso de público e crítica na Argentina, o livro chega ao Brasil, pela Companhia das Letras. Radicado em Buenos Aires há sete anos, Vinicius publica no país o infanto-juvenil com título provisório Agentes DF, editado pela Ediciones B. O autor também trabalha em um novo livro, intituladoComo ser feliz na Paraíba?.

Às 14h30, Ana Miranda conversa com os estudantes sobre Dias & Dias. A escritora também chega às livrarias, ainda esse semestre, com o infanto-juvenil Carta da vovó e do vovô. Na sequencia, às 16h30, o convidado é o Ricardo Azevedo, para falar sobre O chute que a bola levou. Azevedo lança, em julho, pela editora Moderna, uma nova versão de Lúcio vira bicho, antigo sucesso da Cia. das Letras, reescrito comoO Motoqueiro que virou bicho.

A Tenda dos Escritores, destinada a alunos de escolas previamente agendadas, para bate-papos com autores, também é aberta ao público do Festival, que participa das conversas mediante a retirada de senha.
Shows – A cerimônia de abertura, na sexta-feira (25.05), às 20h, é seguida de show da turma do Biribinha, companhia fundada por Teófanes Silveira (Biribinha) há 33 anos, tem como características o palhaço tradicional e a música inusitada. Com mais de 20 anos de carreira, Peleco, cantor e compositor de São José dos Campos, faz show de MPB, às 21h, no palco principal. Às 23h, o público é convidado a assistir o stand up comedy de Marcos Castro, Meu número. No roteiro do show estão assuntos como mitologia, reforma ortográfica e interpretação dos sonhos.
No sábado (26.05), às 16h30, o coreto é palco para o show Acenando com Bandeira, um passeio do cantor e compositor baiano Nando Luz, pelo universo poético de Manuel Bandeira. Às 20h30, o Photozofia abre espaço para o show Uma toada para João e Maria, o amor segundo Chico Buarque, que conta e canta a história de um casal desde a primeira troca de olhares, e tem como fio condutor as músicas de Chico Buarque.

Às 22, Zeca Baleiro faz uma retrospectiva da carreira, no show Zeca Baleiro e Banda, no palco principal.No repertório, estão canções já consagradas como Salão de BelezaBabylonTelegramaQuase Nada eVai de Madureira. Além de músicas do novo cd O Disco do Ano, entre elas, Calma Aí, CoraçãoNada AlémTattooÚltimo Post e Ela Não se Parece com Ninguém.

Domingo (27.05), às 11h, o coreto recebe o espetáculo O Lobo que Queria Ser Príncipe, uma viagem pelo mundo dos clássicos da literatura infantil. A Orquestra Piraquara de Viola Caipira, de São José dos Campos, se apresenta, às 17h, sob a regência do maestro Ruy Torneze.

Atividades Infantis – No sábado e no domingo, as crianças podem participar de atividades que tratam a literatura de maneira lúdica, na Biblioteca Solidária, sempre às 12h e às 14h.

Oficinas – Durante o Festival também serão ministradas as oficinas Literatura, mídia e educação, com Clóvis Bulcão e Da imagem à palavra: enredos possíveis, com Carla CarusoAs aulas são destinadas a professores de escolas públicas e privadas de São Paulo e a estudantes maiores de 18 anos, previamente inscritos. Carla, que recebeu, em 2010, o Jabuti pelo Almanaque dos sentidos, deve lançar, no segundo semestre, o Almanaque da PalavraBulcão publica, ainda no primeiro semestre, Contando a História. O escritor está debruçado na biografia da família Guinle, responsável pela construção do Porto de Santos.



Programação:

DATA
Autores e Tema
LOCAL
Sexta (25.05)
10h
Projeto “Poesia Viva na Mantiqueira”
Praças e Ruas da Cidade
17h
Oficina para professores: com Clóvis Bulcão, “Literatura, Mídia e Educação”
E.M.E.F Mercedes Rachid Edwards
17h
Oficina para estudantes: com Carla Caruso, “Da Imagem à Palavra: Enredos Possíveis”
E.M.E.F Mercedes Rachid Edwards
20h
Cerimônia de Abertura
Tenda Principal
20h30
Show: Turma do Biribinha
Tenda Principal
21h
Show: Peleco
Palco Principal
23h
Stand Up: Marcos Castro “Meu número”
Photozofia
Sábado (26.05)
9h
Oficina para professores: com Clóvis Bulcão, “Literatura, Mídia e Educação”
E.M.E.F Mercedes Rachid Edwards
9h
Oficina para estudantes: com Carla Caruso, “Da Imagem à Palavra: Enredos Possíveis”
E.M.E.F Mercedes Rachid Edwards
10h às 13h
Projeto “Poesia Viva na Mantiqueira”
Praças e Ruas da Cidade
11h
Carlos Eduardo Novaes e Flávio Carneiro: “Literatura & Entretenimento”
Tenda principal
11h30
Domingos Pellegrini: “Saques e Toques - Poesia para Ver, Ouvir, Sentir e Pensar”
Tenda dos estudantes
12h
Oficina: Canto Livro, com Joana Garfunkel
Biblioteca Solidária
13h
Show: As Incríveis Memórias de Um Livro – Cia Teatral Relicário de Histórias
Coreto
14h
Oficina: Colagem, com Sílvio Alvarez
Biblioteca Solidária
15h
Zeca Baleiro: “Reflexões de Boteco”
Tenda Principal
15h30
João Paulo Cuenca
Tenda dos estudantes
17 às 20h
Projeto “Poesia Viva na Mantiqueira”
Praças e Ruas da Cidade
16h30
Show: Acenando com Bandeira
Coreto
17h30
José Castello, Rubens Figueiredo e Marcelo Ferroni: “Ficção e Realidade: Em que medida uma interfere na outra?”
Tenda Principal
18h
Tatiana Salem Levy
Tenda dos estudantes
20h30
Show: “Toada para João e Maria – O Amor Segundo Chico Buarque”
Photozofia
22h
Show: Zeca Baleiro “Zeca Baleiro e Banda”
Palco Principal
Domingo (27.05)
9h
Oficina para professores: com Clóvis Bulcão, “Literatura, Mídia e Educação”
E.M.E.F Mercedes Rachid Edwards
9h
Oficina para estudantes: com Carla Caruso, “Da Imagem à Palavra: Enredos Possíveis”
E.M.E.F Mercedes Rachid Edwards
9h às 12h30
Projeto “Poesia Viva na Mantiqueira”
Praças e Ruas da Cidade
11h
Maitê Proença e Carola Saavedra: “A Mulher na Escrita ao Longo dos Tempos”
Tenda Principal
11h30
Vinícius Campos
Tenda dos estudantes
12h
Rimas Encantadas a La Cordel – Cia de Teatro A Blau Quer Falar
Biblioteca Solidária
13h
O Lobo que Queria Ser Príncipe
Coreto
14h
Paulo Scott, Liniane Brum e Ronaldo Wrobel: “Os Novos Romancistas Brasileiros e a Reciclagem da História Política Contemporânea”
Tenda Principal
14h
Projeto “Poesia Viva na Mantiqueira”
Praças e Ruas da Cidade
14h
Oficina: “Fazer um Livro”, com Laura Teixeira
Biblioteca Solidária
14h30
Ana Miranda
Tenda dos estudantes
16h
Marcos Augusto Gonçalves: “90 anos da semana de 22. O que ficou e o que mudou”
Tenda Principal
16h30
Ricardo Azevedo
Tenda dos estudantes
17 às 20h
Projeto “Poesia Viva na Mantiqueira”
Praças e Ruas da Cidade
17h30
Orquestra Piraquara de Viola Caipira
Coreto
  
V Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura

Data: 25, 26 e 27.05 (sexta, sábado e domingo)
Local: Praça Cônego Antonio Manzi, centro de São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos (138 km de São Paulo e 59 km de São José dos Campos).
Capacidade das tendas:
- Principal: 500 lugares
- Estudantes: 300 lugares
- Photozofia Arte & Cozinha: 100 lugares (Lgo. São Sebastião, 105, Centro. Tel. 12 3926-1406begin_of_the_skype_highlightingend_of_the_skype_highlighting)
Ingressos: gratuitos (retirar senha para as mesas, atividades infantis e shows uma hora antes do início das atividades na bilheteria do evento, na praça principal)
Como chegar: De São Paulo, siga para São José dos Campos pela Via Dutra BR-116 ou pela Rodovia Carvalho Pinto SP-70. De São José dos Campos, o principal acesso é pela SP-50, estrada velha de Campos do Jordão, até chegar à cidade de Monteiro Lobato. Siga pela SJC-150, Estrada Vereador Pedro David até São Francisco Xavier.
Uma linha especial de ônibus de São José dos Campos a São Francisco Xavier vai levar o público visitante ao evento. Saídas a cada uma hora, do Parque da Cidade Roberto Burle Marx - Av. Olívo Gomes, nº 100, bairro Santana.
Onde se hospedar e opções de passeios: www.sjc.sp.gov.br, no canal “turista”

Assessoria de Imprensa
Luciana Branco Comunica

Secretaria de Estado da Cultura
Renata Beltrão – rmbeltrao@sp.gov.br

3 comentários :

  1. Adoro festivais, pena que já passou...
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luks!
      Desculpe a desatualização do blog essa semana! Mas vou postar coisas novas em breve! Daí é só ficar ligado!!
      beijos!

      Excluir
  2. GENTE POR FAVOR ESTOU PRECISANDO MUITO DE ROUPAS USADAS E COBERTOR PARA AQUECER MINHAS FILHAS PEQUENAS. CUIDO DELAS SOZINHA E É TUDO MUITO DIFICIL. ESTA MUITO FRIO, ACEITO COM MUITO CARINHO. O QUE RECEBO DO MEU TRABALHO SÓ DA PARA SE ALIMENTAR E PAGAR O ALUGUEL. AINDA TENHO UM PROBLEMA MUITO SÉRIO NA COLUNA. ELAS É TUDO PARA MIM. MORO NA RUA RICARDO RAPP N.33 SÃO PAULO SP CEL 11 79738478. TERMINO AQUI COM MUITAS LÁGRIMAS E ESPERANÇA DE QUE ALGUÉM VAI PODER ME AJUDAR. OBRIGADA MIRIAM

    ResponderExcluir