13 de ago de 2010

Sejam muito bem-vindos à 21ª Bienal Internacional do Livro - São Paulo

E depois de tantas contagens regressivas, chegou o grande dia da estreia da 21ª Bienal Internacional do Livro - São Paulo!

Os corredores ainda estavam tranquilos, sem aquela loucura dos visitantes e turmas escolares. O clima era amistoso e de reencontro de grandes amigos, como comentei no post anterior. A Bienal é um evento muito mais comercial do que cultural, mas uma questão não anula a outra e, portanto, é importante a participação das crianças, pais e professores, incentivando a leitura desde sempre!



E é nesse quesito que algo, em particular, chamou muito minha atenção: O Espaço do Instituto Pró-Livro, onde, ao invés de comprar livros, somos todos convidados a dar um passeio por dentro do Livro da História de Todas as Histórias
E num ambiente onde o objetivo principal é vender livros - e isso não é segredo para ninguém - ver que ainda há quem resgate o objetivo de instigar a vontade da leitura, é maravilhoso!

A viagem é muito gostosa! Sob o desagio de "Tansformar o Brasil num país de leitores", o Insituto Pró-Livro nos faz caminhar por entre as páginas de uma história em que O Peter Pan usa fones de ouvidos, a Chapeuzinho Vermelho veste tênis, o Saci-Pererê carrega uma pranha de surf e a Emília beija um sapo para virar Príncipe Encantado. Sim, todos os personagens estão trocados e você (eu, ou qualquer um), poderá fazer parte disso.

O texto é narrado na Língua do Mundo da Fantasia, que é traduzida para todas as línguas, permitindo assim, que todo mundo possa fazer parte de todas as histórias!
Com declarações de amor de um PríncipeEncantadoqueaindaémeiosapo, do estilo "Adoro seu cheiro de naftalina", ao beijar a mão de Emília; essa atividade prova que, independendte dele se rou não um dos homenageados desta edição da Bienal, Monteiro Lobato ainda é a alma da literatura infantil. (E quem não leu, corra AGORA para corrigir esta falha, rs!).
Esse passeio por dentro das páginas de um livro, com um teatro simples e encantador, além de dinâmico e criativo, prova que LER é podermos imaginar aquilo que quisermos! Cad aum de nós cosntroi o seu próprio personagem e, como finalizou muito bem Dom Quixote, na peça "Essa é a magia dos livros."
Esse passeio é parada obrigatória a TODOS os visitantes da Bienal, não importa a idade! não deixem de serem os personagens de suas próprias histórias!










---

SOBRE ALGUNS STANDS...

Em primeiro lugar, agradeço ao pessoal do GRUPO EDIOURO PUBLICAÇÕES, por toda hospitalidade ao me receberem, com muito carinho e atenção. O stand está lindo, enorme e muito bem localizado, no centro de tudo. A visita torna-se inevitável e, pela quantidade de selos, além das revistas da Duetto e das cruzadas Coquetel, é uma visita que não pode deixar de ser feita!

A Madras Editora está ocupando um grande espaço por lá. Como sempre, mantendo o ar de exoterismo e mistério, que a acompanha desde sempre. A Editora Planeta não fica atrás quando o assunto é espaço. Stand bem iluminado e com grande visibilidade, mas sem nenhum atrativo em especial. O mesmo vale para a Sextante/Intrínseca, que chamou mais atenção pela lindíssima sacola - que infelizmente não consegui uma :( - que estava sendo distribuida aos livreiros.

O stand do Grupo Leya Brasil perde pela má localização, mas ganha pela criatividade e beleza! Um pequeno espaço muito bem aproveitado por seus projetores, com frases lindas espalhadas nas paredes, bem como excelente exposição de todos os títulos dos três selos: Editora Leya, Leya Cult e Lua de Papel. Além disso, estão oferecendo diversos brindes na compra dos produtos, como camista da Lady Gaga, sacola de O mundo de zofia e outras histórias, e uma lanterninha linda, de O Efeito Sombra. Vale a pena conhecer de perto! E sem contar, é claro, que os amantes de marcadores de livros poderão se deliciar por ali... rs!

O stand da Editora DCL estava um agito só! Apesar de pequeno, também - e não acho que isso seja um defeito, estava lotado!! Fica a dica para wuem gosta do estilo RPG e não deixem de dar uma olhada nas publicações da Disney: estão lindas!

Mas o destaque, para mim - todos sabem que sou BEM suspeita para falar, rs - vai para o stand da
Companhia das Letras que, apesar de manter o tradicional ambiente de "biblioteca de casa", com luzes baixas e livros à mão, ganhou muitos pontos por ter se utilizado de trechos de livros, tanto nas paredes do stand, como nos unifromes dos funcionário. Muito boa a sacada! a grande surpresa, é o PENGUIN e os Clássicos Congelados. Aos amantes da boa literatura, vale passar e apreciar isso bem de pertinho!!




Outras editoras como Rocco, Melhoramentos, FTD etc, são passagens obrigatórias para, ao menos, saber o que está rolando no mercado!

----

O QUE EU NÃO GOSTEI:

Bom, para começar, ir à Bienal de carro é uma péssima escolha: R$ 25,00 de estacionamento é MUITO caro! ponto negativo ao incentivo aos eventos culturais na cidade. e nem me importa que aqui seja o coniderado principal centro econômico da cidade! Não tenho metrô perto de casa e não posso usar o meu próprio carro pq é completamente inviável gastar R$ 250,00 em estacionamento, não é mesmo? Ponto MUITO negativo esse!

Outro abuso de dinheiro é tudo e qualquer coisa que se queira comer ou beber lá dentro. Tudo é extremamente caro! Um café + pão de quijo não sai por menos de R$ 10,00, que é o preço do ingresso. um tanto quanto desproposital, não?

E, por fim, o excesso de promoções nos corredores é IRRITANTE! Atenção editoras!! Uma coisa é distribuir brindes, o que acho super válido; mas outra, completamente diferente, é um monte de promotores praticamente obrigarem vc a aceitarem os milhões de brindes que eles estão empurrando para cima de você e, ainda por cima, serem grosseiros e xingarem os visitantes e expositores de mal educados, caso a pessoa passe reto ou não queiram os brindes. Pessoal, são DEZ dias de Bienal. Imaginem esses expositores, passando lá, várias vezes durante os 10 dias?? Achei isso inadimissível! uma falta de respeito com todos nós! Isso deveria ser proibido pela organização do evento! Está ultrapassando os limites!


OBS.: Para verem todas as fotos que tirei do evento, basta acessarem o link:
http://picasaweb.google.com.br/Talbertocamargo/21BIENALDOLIVROSAOPAULO#

5 comentários :

  1. Adorei o post, irei amanhã e vou dar uma olhada nas suas dicas. ;)

    ResponderExcluir
  2. Tudo o que eu queria, agora, era ir à Bienal. Pena que sou do Rio...

    Sei que é MUITO irritante pra quem fica lá direto, mas ADORO brindezinhos etc. ;x

    Ta, adoro seu blog! *-*

    :*
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ResponderExcluir
  3. Ganhar brindes, todos gostam. mas de verdade que o pessoal dos stands das revistas, principalmente, estão exagerando! Vc ainda se sente mal por não parar todas as 15 mil vezes que é abordada por eles, rs!!

    ano que vem a Bienal eh no Rio, dai não desculpas, hein? rs!

    ResponderExcluir
  4. Ponto para o Instituto Pró Livro.
    Depende dos pais ensinar aos filhos o gosto pela leitura.
    Jefhcardoso do
    http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Tem toda razão, Jefhcardoso! Essa cultura vem muito do estímulo de dentro de casa!
    Talvez por isso eu seja uma eterna amante dos livros, rs!

    ResponderExcluir