23 de ago de 2011

Facebook no negócio dos livros

Demorei (pela falta de tempo, como sempre), mas finalmente vou postar a respeito do novo boom do mercado editorial: cara, o Facebook comprou uma editoraaaa!!! OMG! E agora, José?

Lembram de quando postei, lá de Yale, a respeito de um aplicativo chamado Our Choise, do Al Gore, que foi considerado o melhor app do ano pelo Steve Jobs e blablabla? Então! O FB foi lá e.. bum! Comprou justo a editora que criou esse app. Maladrinhos, né?

Mike Matas: A next-generation digital book


Bom, se o advento do livro divital assusta os conservadores do mercado, o fato de o Facebook (rede social com mais de 750 milhões de usuários), ter comprado recentemente uma editora deve apavorá-los!

E o mercado recebeu com apreensão essa notícia! Afinal, o Facebook adiquirou a  Push Pop Press, que não é uma editora qualquer: é considerada jovem talentosa e promissora. A sua especialidade são livros digitais para iPad e iPhone (viu? O pessoal tem mesmo motivo pra ter medo!)

Apesar de o Facebook negar que pretende ingressar no negócio dos livros e concorrer com os gigantes Apple, Amazon e Google, eu aconselharia todo mundo ficar BEM ligado. O FB afirma que só quer mais uma ferramenta de compartilhamento. Mas é difícil de acreditar!

Livro é um bom negócio da vez e, como todo mundo já sabe, o senhor jovem Mark Zuckemberg não dá ponto sem nó. Portanto, minha dica pros editores e livreiros é: corram atrás de manter-se atualizados e ligados nas novas mídias.

Depois não vale reclamar e culpar a tecnologia, ok?!

Nenhum comentário :

Postar um comentário