14 de jun de 2012

[Eventos] Lua de Papel lança o “Almanaque da música pop no cinema”


A Lua de Papel, selo do grupo LeYa, convida para o lançamento do "Almanaque da música pop no cinema", escrito pelo apresentador de TV e músico Rodrigo Rodriguescom pocket show da banda The Soundtrackers, seguido de sessão de autógrafos.


Pra quem é fã de cinema e, principalmente de trilhas sonoras (como eu!), é um evento imperdível. Além de ser uma ótima oportunidade de ouvir a banda The Soundtrackers, que é ótima e marcou ótimas baladas da minha vida! 


Lançamento do livro Almanaque da música pop no cinema
16 de junho de 2012 - Sábado
A partir das 15h30
Livraria Cultura do Shopping Bourbon


----






Imagine uma cena de perseguição de 007 sem aquelas músicas alucinantes para embalá-la. Ou então Rocky lutando nos ringues com nenhum som além dos gritos da plateia. E ainda “Summer Nights”, de “Grease”, em forma de conversa e não cantada, em um dos momentos mais memoráveis do filme. Sem graça, não é?
A Lua de Papel, selo do grupo LeYa, lança em junho o “Almanaque da Música Pop no Cinema”, do apresentador de TV e músico Rodrigo Rodrigues. O livro, recheado de fotos, conta a história da música no cinema, desde a época em que as trilhas eram tocadas ao vivo, em sincronia com as cenas e arranjos improvisados pelos músicos no momento da exibição até as principais trilhas sonoras da sétima arte.
O livro  traça um panorama histórico e cultural das trilhas sonoras nos filmes que marcaram gerações.
A obra traz uma sinopse de cada longa citado, explica o motivo da trilha sonora ser marcante, além de contar curiosidades sobre o filme e trazer a trilha sonora completa. Quem não se lembra da música de “Os Goonies”? Ou de Uma Thurman em Pulp Fiction ouvindo “Girl, you’ll be a woman soon”, na pele de Mia Wallace?  E da batida deliciosa à la Beatles, do refrão de  “That thing you do”, do “The Wonders – O sonho não acabou”?
Mas por trás de cada trilha sonora, existe uma história que por si só daria um outro filme. Por exemplo, James Cameron sonhava que a cantora Enya fizesse a trilha sonora de “Titanic”, mas uma série de contratempos a impediu e Celine Dion acabou sendo a próxima escolha, e “My heart will go on” se transformou numa das canções mais memoráveis até hoje. Tom Parker, o empresário de Elvis Presley, descobriu o filão de colocar o rei do rock para estrelar filmes. “Filmes que alimentam discos que alimentam filmes”, era o que Parker dizia. Em um período de cerca de 10 anos, Elvis estrelou 31 filmes, mais do que a diva Marilyn Monroe ao longo de toda a sua carreira, e chegou a ser o ator mais bem pago de Hollywood na época. E Kevin Bacon foi escolhido por acaso para estrelar “Footloose – Ritmo Louco”, já que a escolha inicial era Tom Cruise, depois de sua antológica cena de dança em “Negócio Arriscado”.  Em resumo, o livro reúne histórias curiosas que vão surpreender mesmo os amantes desses filmes e das canções.
Entre muitas outras curiosidades, Rodrigo consegue mostrar ao longo das páginas deste almanaque que a trilha sonora deixou de ser apenas um acessório para os filmes. Com função essencial na trama, cada batida de uma música se torna característica intrínseca aos filmes e cenas mais marcantes nas vidas dos espectadores.

Ficha Técnica
Título: Almanaque da música pop no cinema
Autor: Rodrigo Rodrigues
Formato: 20,5 x 22,5 cm
Páginas: 216
Preço: R$ 59,90
Sobre o autor:
Rodrigo Rodrigues é apresentador dos canais ESPN, idealizador e guitarrista do grupo The Soundtrackers e autor do livro “As aventuras da Blitz”, biografia da banda carioca que revolucionou o rock no Brasil. Foi repórter e apresentador do programa Vitrine, da TV Cultura, por 8 anos. Também teve passagem pelo SBT e Band. Adora música, cinema e futebol, não necessariamente nessa ordem.
Mais informações:
ImprensaRua Desembargador Paulo Passalacqua, 86 - Pacaembu
01248-010 - São Paulo - SP - Brasil
 Fone + 55 11 3129 5448  Ramal 6207 / 6208Fax + 55 11 31295448 ajocys@leya.com / rbuffolo@leya.com www.leya.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário