20 de ago de 2014

A vida é muito curta para ler livros ruins


Eu tenho várias manias. Uma delas é não largar livros pela metade. Por pior que esteja achando a leitura, continuo lendo até terminar. Às vezes, demoro meses parar terminar uma obra: porque estou achando ruim, porque é pesada demais, por falta de tempo, por qualquer motivo. Mas sempre - SEMPRE - leio um livro até o fim.

Mas há mais de um ano comecei a ler, empolgadíssima, Inferno, o último romance de Dan Brown, lançado pela Editora Arqueiro. Depois de devorar O Código da Vinci, Anjos e Demônios, Ponto de Impacto e Fortaleza Digital, comprei este último coma  expectativa altíssima de mais uma trama do Professor Langdon, especialmente com a Itália como cenário.

Eu não acho que Dan Brown seja um excelente escritor. Mas os livros dele são, sem dúvida alguma, envolventes, divertidos e que entretém de uma maneira deliciosa. Porém, Inferno foi uma decepção e tanto. A leitura é arrastada, o mistério é chato e a trama é confusa. Não me prendeu nem por um minuto.

E como decidi que este era o mês de encerrar ciclos, resolvi encarar este livro de terminar com ele de vez. Mas não está sendo uma tarefa fácil. Para mim, este livro é chato. E fim!

Foi então que me peguei refletindo sobre não desistir dos livros. Tem tanta coisa boa esperando ansiosamente para ser lida, tantas histórias bacanas para serem descobertas, tantos autores incríveis querendo dividir suas obras... e eu aqui, insistindo numa leitura que não está acontecendo para mim.

Vejam bem, não tenho nada contra quem gostou deste livro. Aliás, já deixei claro que não tenho nada contra quem gosta de qualquer tipo de livro. Afinal, livros foram feitos para serem lidos. Mas livro é que nem beijo na boca: às vezes encaixa com um, mas não encaixa com outro. Isso não significa que o um beije bem o ou outro não. Significa, apenas, que não rolou a química necessária.

E sejamos sinceros: uma leitura prazerosa nada mais é que a química perfeita entre autor, obra e leitor.

Então, acho que vou abrir mão de vez de ler Inferno e mergulhar naquilo que eu gosto! Afinal, os dias passam e a pilha de livros a ler só aumenta!


P.S.: Atualização de última hora: No mesmo dia em que este post foi publicado, resolvi dar uma última chance ao livro de Dan Brown e, aproveitando o dia livre, finalizei a leitura. Sem grandes emoções, mas acabei o livro!

Nenhum comentário :

Postar um comentário