13 de fev de 2011

Uma pausa para agradecer aos amigos

Ontem eu estava em casa, tentando me recuperar da semana intensa e conturbada que tive, quando resolvi comprar no PPV "Toy Story 3". É, eu ainda não tinha visto esse filme que, aliás, me partiu o coração... (Eu tenho problemas com essa coisa de separações, sempre acho tudo mto triste!)

Assistindo o filme eu comecei a, involuntariamente, fazer metáforas com os últimos dias da minha vida, que foram tristes e amargos... Mas que poderiam ter sido insuportáveis se não fossem os meus AMIGOS.


Eu comecei a fazer uma retrospectiva mental e, pela minha cabeça, passaram todos os amigos... Os amigos pais, os amigos irmãos, os amigos primos e tios, os amigos avós. Os amigos desses amigos. Os amigos de infância, os amigos de ontem, os amigos de agora e, também, os de amanhã. Os amigos das horas boas, os amigos das baladas, os amigos das viagens, os amigos das horas tristes, dos momentos difíceis. Os amigos virtuais, os amigos blogueiros, os amigos de trabalho. Os amigos da vida, os amigos da morte. Os amigos que fariam tudo por você e os amigos por quem você faria tudo. Os amigos sinceros, os amigos das risadas, os amigos companheiros, os amigos namorados, os amigos das lágrimas. Os amigos pais dos amigos. Os amigos pais dos namorados amigos. Os amigos dos amigos.

Aqueles que estiveram lá, aqueles que não puderam ir. Quem telefonou, quem escreveu quem twittou Aqueles que enviaram seus pensamentos, suas energias positivas. Aqueles que ajudaram com a parte burocrática, aqueles que sempre perguntavam: "Vcs já comeram? Não querem tomar um suco? Aceitam uma água?". Aqueles que se responsabilizaram pela contabilidade e planilhas (ah! os anjos do excel...!)


Durante minha última consulta na terapia, contando despretensiosamente sobre tudo o que aconteceu, fui questionada pela seguinte frase: "Nossa! Mas quanto RESPEITO e CARINHO pela sua família, não? Estou impressionado!" 

E sabem o que eu respondi? "Eu não. Não esperava menos de um dos nossos amigos. Eles são assim... Exatamente como nós!"

Então, deixo aqui, o meu MUITO OBRIGADA! Em nome de todo amor e carinho que vocês demonstraram... 

E, como dito em Toy Story 3: "Saudade não tem idade!" - E amizade também não.



"E eu poderia suportar, embora não sem dor,
que tivessem morrido todos os meus amores,
mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

Até mesmo aqueles que não percebem
o quanto são meus amigos
e o quanto minha vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro,
basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade,
não posso lhes dizer o quanto gosto deles.
Eles não iriam acreditar!

Muitos deles estão lendo esta crônica
e não sabemque estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro,embora não declare e não os procure.

E às vezes, quando os procuro,
noto que eles não têm noçãode como me são necessários,
de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital,
porque eles fazem parte do mundo que eu,
Tremulamente construí
e se tornaram alicercesdo meu encanto pela vida.

Se um deles morrer,
eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem,
eu desabo!
Por isso é que, sem que eles saibam,
eu rezo pela vida deles.
E me envergonho,
porque essa minha prece é,
em síntese, dirigida ao meu bem estar.
Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

Por vezes,
mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos,
cai-me alguma lágrimapor não estarem junto de mim,
compartilhando daquele prazer...

Se alguma coisa me consome e me envelhece
é que a roda furiosa da vida
não me permite ter sempre ao meu lado,
morando comigo, andando comigo,
falando comigo, vivendo comigo,
todos os meus amigos, e,
principalmente os que só desconfiam
ou talvez não sabem que são meus amigos!"

Carlos Drummond de Andradre

3 comentários :

  1. Obrigado por seu carinho e compreensão amiga. Mesmo nos mais negros momentos, os amigos estarão ao seu lado.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Nós que agradecemos a amizade de toda sua familia sempre muito carinhosa e unida!

    Um grande bjo Sil,Fred e Nuno

    ResponderExcluir
  3. Linda!
    Beijos, Ni (Tabosa)

    ResponderExcluir