14 de dez de 2015

Em seu primeiro romance, Pedro Neschiling, lembra com profundidade de como é bom ser jovem e, melhor ainda, crescer

A história é simples. Uma festa de formatura, amigos no final da adolescência, namoros rompidos, amizades traídas, paixões intermináveis. Intercâmbios, faculdades, vida adulta.



Lindo trecho do livro 'Gigantes'.
Gigantes poderia ser a história de qualquer um de nós. Aliás, quanto mais eu lia, mais eu pensava: mas será mesmo que o autor não estava pensando em mim e nos meus amigos quando pensou nesta trama?

Em vários momentos, me peguei rindo sozinha, pensando que aquele comentário teria sido feito pela Pá, ou aquela música era a que a Carol adorava; ou ainda que aquele estilo de vida era mesmo do Thi.

Este é o primeiro livro do ator Pedro Neschiling, que estreia com estilo e sutileza, porque trata dos conflitos comuns de todos os jovens que estão ali, beirando os 30, com profundidade. Não sei se é porque acabei de completar os tais dos trinta, mas este livro mexeu comigo. Uma leitura simples, que ambientalizada numa grande seleção da trilha sonora dos anos 90 / 2000, traz as lembranças mais doces, as dores mais sofridas e as risadas mais gostosas.

O que mais me impressionou é como o livro me lembrou de todos os sonhos e vontades que temos aos 17 anos. E como planejamos a nossa vida para ser exatamente aquilo que ela nunca se torna. 

O autor, Pedro Neschiling, comentou com carinho
na minha foto sobre o livro no Instagram :)
O livro é o retrato da minha vida, sem nunca ter sido sobre mim. É sobre você também, tenho certeza disso. É incrível a capacidade do livro de ser um pouco de cada um de nós, sem ser sobre ninguém.

Obrigada, Pedro (sim, apenas o seu primeiro nome, porque depois deste livro, sei que nos conhecemos tão bem que somos como amigos de infância).

Você foi Gigante (não resisti ao trocadilho!) em me lembrar do que, um dia, fui e daquilo que sonhei em ser. Mas, principalmente, me ajudou a entender que, aos 30, sou muito incrível naquilo em que me tornei.

Foto feita por mim, numa deliciosa tarde de leitura no sítio.


Nenhum comentário :

Postar um comentário